News

sexta-feira, 7 de setembro de 2018

Shot #1: "A Língua Resgatada", de Elias Canetti





Feliz é o leitor quando tem nas mãos um livro com esta qualidade. Elias Canetti (1905-1194) fez da 
simplicidade a melhor forma para começar a contar a sua vida. "A Língua Resgatada – uma história da juventude" é o primeiro de três volumes, todos a serem editados pela Cavalo de Ferro. Em criança, Canetti vivia num prédio em que um inquilino tinha o estranho hábito de lhe pedir que mostrasse a língua para ele a poder cortar. "Eu deito a língua de fora, ele leva a mão ao bolso, tira um canivete, abre-o e quase encosta a lâmina à minha língua. No último momento afasta a faca, diz: "Hoje ainda não, amanhã" Surtiu efeito, pois "a criança manteve-se calada durante dez anos". Ao "resgatar a língua", o autor descreve os hábitos familiares da família. A tradição judia é descrita na perspectiva da criança paulatinamente mais crescida e mais consciente. A sua educação é da responsabilidade da mãe, uma vez que o pai morre muito cedo. Autores como Strindberg e Shakespeare compõem as leituras em conjunto. As viagens permitem que Canetti se forme um poliglota. Depois do Ladino (língua materna), ele vai assimilando o inglês, o alemão, o francês, o espanhol. A excelência do autor de "Massa e Poder" e "Auto-de-Fé" honra a literatura, como viria a dizer George Steiner. Canetti faz falta em qualquer biblioteca. 


AUTOR Elias Canetti
ILUSTRADOR
COLEÇÃO Biografia/Memórias
ISBN 9789896232474
PVP 21,98 € (IVA incluído)
preço fixo até fim de setembro de 2019
1ª EDIÇÃO abril de 2018
EDIÇÃO ATUAL 1.ª
PÁGINAS 352
APRESENTAÇÃO capa mole
DIMENSÕES 150 x 225 x 24,8 mm




Sem comentários:

Formulário de Contacto

Nome

Email *

Mensagem *