News

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Divulgação: Teolinda Gersão regressa aos contos com Atrás da porta e outras histórias




O que se esconde por trás da porta? Teolinda Gersão regressa aos contos com Atrás da porta e outras histórias 




«… percebi que há portas que, uma vez abertas, nunca mais se voltam a fechar, e o que se passava atrás delas fica para sempre visível.» O mundo e a vida não são o que parecem. No novo livro de Teolinda Gersão, Atrás da porta e outras histórias, que a Porto Editora publica a 17 de janeiro, a literatura espreita por uma frincha da porta e revela-nos histórias muitas vezes ocultas, o lado mais privado da vida e dos pensamentos dos outros, trazendo à luz revelações de beleza ou de horror, de fragilidade e até de perfídia. Depois de Prantos, amores e outros desvarios, que captavam «o pulsar distinto da vida como se de um batimento comum se tratasse» (in Público), Teolinda Gersão, recentemente galardoada com o Marquis Lifetime Achievement Award, volta a cativar o leitor com uma escrita intimista, desvendando o melhor e o pior da alma humana.

SINOPSE
Atrás da porta há segredos. De beleza ou de horror, porque o mundo e a vida não são o que parecem. Por vezes a literatura consegue espreitar por uma frincha da porta, ou mesmo forçá-la a abrir-se. Essa tentativa, sempre renovada, é o objectivo da escrita.





Teolinda Gersão estudou nas Universidades de Coimbra, Tübingen e Berlim, foi leitora de português na Universidade Técnica de Berlim e professora catedrática da Universidade Nova de Lisboa, onde leccionou Literatura Alemã e Literatura Comparada. Viveu três anos na Alemanha, dois em São Paulo, Brasil, e conheceu Moçambique e a cidade de Lourenço Marques, onde decorre o romance A árvore das palavras. É autora de 17 livros e a sua obra encontra-se traduzida em 14 países. Considerada uma das maiores escritoras portuguesas da actualidade, foi galardoada com os mais prestigiados prémios literários nacionais, nomeadamente o Grande Prémio de Romance e Novela da APE, o Prémio do PEN Clube (1981 e 1989), o Grande Prémio do Conto Camilo Castelo Branco e o Prémio Fernando Namora (1999 e 2015). Foi escritora residente da Universidade de Berkley em 2004. Alguns dos seus contos e livros têm sido adaptados ao cinema e ao teatro e encenados em Portugal, Alemanha e Roménia. Em 2018 foi-lhe atribuído o Marquis Lifetime Achievement Award. Mais informações no site: www.teolindagersao.wordpress.com


Foto retirada do site oficial da autora

Sem comentários:

Formulário de Contacto

Nome

Email *

Mensagem *

Seguidores